Phuket#2

Estas mini-férias foram mesmo para aproveitar a praia e o mar azul!
 Em Singapura, as praias não são muito boas e já tinha saudades de estar na areia e ter um dia de praia. As crianças adoram e é um sítio onde podem fazer tudo e mais alguma coisa. Felizmente, o hotel tinha brinquedos de praia e emprestaram-nos, pois já não coloco isso na mala.
Ficámos numa ilha a 5 minutos de Phuket de barco, e foi uma óptima experiência. Apenas existem 100 habitantes na ilha, maioritariamente pescadores. 
Na entrada da ilha temos que tocar duas vezes num gongo para avisar o dragão que chegámos à ilha. Todos os visitantes fazem isso e na saída também!
Os habitantes acreditam que existe um dragão que os protege, e não o podem enfurecer com visitantes desconhecidos. Daí termos que o avisar... Esta lenda surgiu pois a forma da ilha parece o corpo do dragão, a ilha da frente a cabeça e a ilha de trás o rabo. 
Tudo na ilha é ecológico e não existem carros, somente buggies e bicicletas. 
Fomos informados que para visitar a ilha tínhamos que fazê-lo de bicicleta e que nos emprestavam cadeiras para as crianças. Mas que para chegar ao outro lado da ilha, a partir de um certo ponto tínhamos que deixar as bicicletas e caminhar numa pequena selva durante 10 minutos. Isto tinha tudo para dar certo, né? Primeiro, detesto andar de bicicleta, depois teria que conseguir equilibrar-me na bicicleta com o Bu ou o Fon, e por último, caminhar 10 minutos na selva! Com cobras e lagartos na certa! 
Era a dupla imbatível, bicicletas e animais selvagens!
Escusado será dizer que estes dias foram praia e piscina e deixei as bicicletas para os mais audazes. Acredito que valeria a pena o passeio, mas com tanto obstáculo não chegaria ao destino com muita saúde😝!
A maior parte da população na Tailândia é budista, mas 30% é muçulmana. Esta ilha era exclusivamente muçulmana e por isso não era permitido o consumo de carne de porco!
A comida tailandesa é fabulosa, mas muito picante! Por isso, preparem-se quando a experimentarem!
Tivemos muita sorte com o tempo, nunca choveu e o sol brilhou sempre.

 Esta altura do ano é boa para visitar a Tailândia pois ainda é Primavera, a partir de Março começam as temperaturas a aumentar e nem quero imaginar. Pois estava mesmo muito calor e mesmo na sombra queimava!
Os míudos deliraram com os caranguejos...
E a apanhar conchinhas...
Na noite do dia dos namorados tivemos direito a danças tailandesas, um espectáculo muito bonito...
Os rapazes ainda fizeram longboard..
E ficávamos até tarde na piscina...
Os meus piratinhas...
Num dos bares do hotel assistimos a um lindíssimo pôr-do-sol...
O hotel tinha coisas engraçadas, por exemplo, esta pedra, que servia para dizer se os empregados podiam entrar no quarto, caso os olhos estivessem abertos...
E com os olhos fechados, caso não quiséssemos ser incomodados...
E experimentei outra vez água de côco e continuo a não achar piada nenhuma..
Custou dizer adeus pois foi mesmo divertido...
Mas espero voltar um dia...
Bye, bye Phuket!

Comentários

  1. Praias, areia e águas límpidas, são mesmo agradáveis para passar algum tempo na água, os Amaritos divertiram-se, e tu a a juventude, precisavam mesmo de uns momentos de descanso... bonitas ilhas, está muito linda, obrigada pela reportagem e pelas fotos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pão de Alho

Pão Doce

Pataniscas de bacalhau no forno