5 meses de Singapura...

Quando comecei a contar aos meus familiares e amigos que vinhamos viver para Singapura, a primeira reacção foi: "vais para o país onde não se pode comer plástilha elástica, passar fora da passadeira, deitar lixo para o chão, etc, etc..."
Tudo isso é verdade, têm mil e umas regras para tudo, mas a verdade é que estando aqui a viver à 5 meses nunca vi um polícia! Nunca me senti minimamente coagida em momento algum, mas também até agora nunca quebrei nenhuma regra e tento que os rapaZes também não as quebrem. Aquilo que me disseram quando cheguei, foi que mais de 80% dos polícias andam à paisana e existem muitas câmaras de vigilância. Por exemplo, é proibido fazer xixi no elevador!!!!! Dahh! Mas por alguma razão, eles têm essa regra com direito a multa e tudo, assim sendo o único mecanismo de controle para verificar os incumprimentos será uma câmara.
Num país com tantos expatriados, chineses, japoneses, malaios, indianos, etc, tem mesmo que ser bastante rígido e rigoroso, por alguma razão lhe chamam a Suiça da Ásia. 
Desde que conseguiu a independência, Singapura não parou de crescer e, mais uma vez, é incrível ver um país tão novo e tão minúsculo conseguir em tão pouco tempo alcançar um patamar de desenvolvimento invejável. Amanhã festejam-se os 48 anos de independência e vamos ver os festejos de perto ao pé da marina, um dos meus locais preferidos nesta cidade. 
Singapura tem o 5º maior PIB per capita do mundo e é considerada uma cidade cara, assim como Tóquio, no Japão. Realmente, os preços são muito elevados e bem diferentes de Portugal, mas existem algumas maneiras de contornar ( não muitas ), para não se gastar tanto. Uma das maiores dificuldades, talvez seja o supermercado, pois temos sempre a tentação de comprar os produtos europeus que conhecemos, e aí, pagamos uma pequena fortuna pois são produtos importados. Por exemplo, no supermercado Cold Storage, 4 iogurtes activia de morango, custam 16 dolares! Uma barbaridade! Mas depois temos algumas coisas baratas, como os taxis, o metro, os food centre ( que já falei noutro post), onde se consegue almoçar a partir de 3,8 dolares. 
Depois é a loucura das marcas e dos shoppings, nunca vi tantos shoppings juntos! Uma das ruas mais procuradas para compras é a Orchard Road. Com 2 km de extensão, é recheada de lojas de todo o tipo de marcas, como Armani, Gucci, Channel, Prada... e também por Zara, Mango, H&M, que se localizam sempre no sub-solo dos shoppings.


Aqui um panda fofinho...


O trânsito em Singapura é tranquilo, menos quando chove, pois parece que desaparecem os taxis e vira a verdadeira confusão. Como herança da ocupação britânica, a condução é ao contrário da portuguesa e o condutor fica do lado direito do veículo. A maior parte da população não tem carro, pois além de ser escandalosamente caro ter um carro, também temos de comprar uma espécie de licença. Tendo em conta, que os transportes públicos funcionam muito bem, não se sente muito a falta de ter um carro!
Em suma, é um país limpo e seguro, construído a pensar sobretudo nas crianças e até agora estamos muito felizes de termos tido esta oportunidade. O melhor de tudo é ser sempre Verão e as crianças andam sempre com pouca roupa e na piscina ( vida dificil)! E poder conhecer esta parte do globo, que estando em Portugal, seria bastante difícil! 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Pão de Alho

Pão Doce

Pataniscas de bacalhau no forno