Maldivas #1

Este ano não comecei com o pé direito, pelo contrário, este pé tem me dado umas boas dores de cabeça. A cicatriz ainda não está a 100%, dois pontos teimam em não sarar! Quando o hubby me disse que iamos de férias, para festejar os meus anos, e ainda para mais que seria um destino de praia, fiquei contente, mas triste ao mesmo tempo, pois sabia que não podia molhar o pé e muito menos ter areia na cicatriz. 
O que vale é que o maridão não se deu por vencido e procurou por todo o lado umas meias que fossem à prova de àgua! No dia da viagem tive a minha primeira prenda😃!
A segunda surpresa foi quando finalmente me disse para onde seria o destino destas mini-férias, quando estavámos a ir para o check-in, descobri: Maldivas!
Nem queria acreditar, pois estava convencida que seria um destino mais perto, Langkawi ou Tailândia como no ano passado! 
As nossas mini-férias seriam passadas num paraíso na terra, uma espécie de segunda lua-de-mel...mas a 5!
Quando casámos preferimos ir para o nordeste do Brasil durante 15 dias, em vez de ir uma semana para as Maldivas. Por um lado foi bom, porque quis o destino que viessemos viver para Singapura. Estamos relativamente perto, a 4 horas e meia de vôo e com a possibilidade de voar por uma companhia área low-cost. Mas o que é mesmo caro nas Maldivas são os hotéis, que têm um preço quase proibitivo, mas a verdade é que é uma experiência única e inigualável. Este mar é azul transparente, as fotos não conseguem expressar a sua beleza e ficamos absolutamente apaixonados por este paraíso!
A escolha do hubby recaiu num hotel perto de Malé, cerca de 10 minutos de lancha, pois queria ficar perto o suficiente para se alguma coisa acontecesse, mas longe o suficiente para nos sentirmos no paraíso!
O aeroporto fica numa ilha ao lado de Malé...
Vista aérea da ilha que ficámos...
Saindo do avião, apanhámos a lancha...
...ia a uma velocidade furiosa e fartamo-nos de rir e gritar...
As Maldivas nunca mais foram as mesmas depois da passagem da Família Amaro!
A chegar à ilha...
A beber uma água fresquinha e um refresco de uvas...
Estávamos bem cansados, mas claro que a primeira coisa que fizemos mal chegámos ao quarto foi ir molhar os pés, neste caso a meia maravilha...
Infelizmente não podêmos ficar num water bangaloo porque não é permitido neste hotel as crianças com menos de 12 anos ficarem neste alojamento...
...mas ficámos mesmo junto à praia, que ainda foi melhor! Com dois rapazes nunca se sabe o que vai na cabeça deles, ainda acordavam a meio da noite e iam para o mar, e acho que nunca estaria tranquila!
Esta opção facilitou imenso a nossa vida, sobretudo com um bebé, era só abrir a porta da varanda e estávamos na praia. Levávamos o carrinho para a Baby M. dormir umas belas sonecas. A praia faz lembrar a do filme Lagoa Azul, mas ainda melhor! Com um up-gradezinho😜...
Tinha imensas sombras para os rapazes jogarem à bola e fazerem castelos de areia...
A Baby M. dormiu umas belas sestocas na sombrinha...
Enquanto a mãe Susana ía à água...
Um mar azul transparente, água quente com peixinhos a nadar mesmo ao pé de nós! Muitas raias à beira mar...
E sem vestígios de alforrecas!
Uma selfie com a raia...
E amanhã conto mais!
Boa semana!


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Pão de Alho

Pão Doce

Pataniscas de bacalhau no forno